Manifestantes tentam entrar no Parlamento da Espanha

Bombeiros, policiais em trajes civis e funcionários públicos marcharam em Madri, capital da Espanha, nesta segunda-feira, para protestar contar as medidas de austeridade fiscais anunciadas pelo governo na semana passada. Os manifestantes tentaram entrar no Parlamento, mas foram impedidos pela polícia.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2012 | 10h19

Mais de 1 mil pessoas participaram do protesto e a polícia e os manifestante chegaram a entrar em conflito quando a marcha chegou perto do Parlamento. Bombeiros usaram capacetes pretos e alguns dos policias que participaram do evento vestiam camisetas identificando-os como sindicalistas.

As medidas de austeridade implementadas pelo governo conservador do primeiro-ministro Mariano Rajoy incluem a suspensão de um dos 14 pagamentos que a maioria dos funcionários públicos recebem todo ano. Especificamente, é o salário que entra logo antes do Natal. Os salários já foram cortados em 5% em 2010. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Espanhacriseprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.