Manifesto de atirador é plágio de terrorista dos EUA

Embora o advogado de Anders Behring Breivik afirme que o autor do massacre tenha escrito sozinho o manifesto de 1.500 páginas publicado na internet, o documento contém trechos literais e adaptações do texto escrito pelo terrorista americano Ted Kaczynski. Conhecido como Unabomber, Kaczynski foi condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos por realizar vários ataques a bomba pelo correio entre 1978 e 1995, matando 3 pessoas e ferindo outras 22. Seus alvos eram, na maioria das vezes, cientistas, programadores de software e geneticistas. / AP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.