Maoístas abandonam governo do Nepal após fracasso de negociações

Decisão põe em perigo os acordos de paz assinados em novembro de 2006

Efe,

18 de setembro de 2007 | 06h29

Os ex-guerrilheiros maoístas do Nepal decidiram nesta terça-feira, 18, abandonar o governo, após o fracasso nas negociações nas quais exigiam a abolição da Monarquia no país. A decisão, anunciada à Efe pelo líder maoísta Basrsa Man Mun, conhecido como Ananta, põe em perigo os acordos de paz assinados em novembro de 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
Nepalmaoístas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.