Mara, a deputada que assanhou Berlusconi, aparece seminua

Digna dos canais administrados pelo ex-primeiro-ministro italiano, a novela envolvendo Silvio Berlusconi e sua mulher, Veronica Lario, ganhou um novo capítulo. Depois das desculpas publicas do ex-premier à sua esposa por ter "cantado" outra mulher em um evento transmitido pela TV italiana, nesta quinta-feira foi a vez do diário esportivo espanhol As colocar pimenta na polêmica. O jornal publicou uma foto sensual da "vítima" de Berlusconi, a deputada da Forza Itália Mara Carfagna, na contracapa de sua edição impressa. Na imagem, a ex-apresentadora de TV e parlamentar do partido do ex-premier aparece envolta apenas em uma rede de pesca, com os seios cobertos por seus cabelos. A foto aparece sob o título "Mara assanha Berlusconi".O jornal madrilenho - um dos esportivos mais lidos do país - publica todos os dias em sua contracapa imagens de mulheres nuas ou seminuas, modelos sempre relacionadas ao mundo do esporte. No texto que acompanha a foto, o As refere-se a Berlusconi - que além de político é um dos empresários mais ricos da Itália - como "dono do (clube de futebol italiano) Milan". Para ver a deputada italiana seminua, entretanto, não é preciso acessar o jornal. Uma simples pesquisa pelo nome de Mara na ferramenta Google Imagens traz várias opções de fotos com a picante parlamentar italiana. PolêmicaA história "macheronica" envolvendo Berlusconi e sua mulher começou há alguns dias, depois que em um evento transmitido pela TV italiana o ex-premier disse à deputada que com ela "iria a qualquer lugar do mundo, inclusive uma ilha deserta", e "se não estivesse casado, me casaria com você imediatamente".Irritada e sem receber um pedido de desculpas em casa, Veronica publicou no jornal La Republica - de oposição à Berlusconi - uma carta exigindo uma retratação pública do marido. Na quarta-feira, depois de a polêmica ganhar páginas de jornais do mundo todo, Berlusconi se desculpou, também por uma carta distribuída pela agência Ansa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.