EFE
EFE

Maradona rebate opositor venezuelano: 'Eu nunca me vendi'

Capriles, não se vitimize comigo. Sei muito o que é viver com sete irmãos e passar fome, diz craque argentino

O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2017 | 16h36

AMSTERDÃ - O craque argentino Diego MAradona criticou nesta segunda-feira, 21, o líder opositorvenezuelano Henrique Capriles, a quem chamou de vendido e vitimista. Na semana passada, o ex-jogador saiu em defesa do presidente Nicolás Maduro e de sua decisão de instalar uma Assembleia Constituinte no país e foi criticado publicamente pelo governador de Miranda. 

"Capriles, não se vitimize comigo. Sei muito o que é viver com sete irmãos e passar fome",disse o argentino. "A diferença entre você e eu é que eu nunca me vendi."

"Se diz de esquerda e vive como milionário. Queria saber o que faria vivendo com US$ 15 por mês", declarou dias atrás o governador venezuelano, após Maradona respaldar o chavismo. 

Maradona publicou a resposta em seu Facebook junto de uma foto da casa em que viveu na infância em Villa Fiorito, um bairro pobre de Buenos Aires. Maradona está na Holanda, onde participa da pré-temporada da equipe que dirige, o Al-Fujairah, dos Emirados Árabes.  /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.