Marcelo Bauer foge para não ser extraditado

As autoridades dinamarquesas informaram hoje que pediram a ajuda da Interpol para localizar um brasileiro que iria ser repatriado para ser julgado pelo assassinato de sua noiva há 14 anos.Na sexta-feira, a Corte Suprema dinamarquesa ordenou a extradição de Marcelo Duarte Bauer, acusado de matar Thaís Muniz Mendonça em 1987 apunhalando-a, atirando contra ela e enforcando-a. Bauer vive na Dinamarca desde 1992. "Nós o estamos procurando", disse Lykke Sorensen, do ministério da Justiça. "Cremos que ele soube da decisão sobre extradição por seu advogado ou sua esposa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.