Marcha do Partido Podemos leva milhares para as ruas de Madri

Dezenas de milhares de pessoas marcharam pela capital da Espanha neste sábado para expressar seu apoio ao Partido Podemos, que tem como objetivo replicar em seu território a recente vitória dos radicais de esquerda do Syriza na Grécia.

Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2015 | 14h09

Os manifestantes passaram pelo centro de Madri. A manifestação foi encerrada na simbólica Porta do Sol, onde tiveram início os protestos do movimento "indignados", quatro anos atrás.

O Podemos organizou uma marcha quatro semanas atrás como uma demonstração de força antes das eleições locais nos próximos meses e das eleições gerais, que acontecerão em novembro e dezembro.

Mas o significado da marcha aumentou desde a semana passada, quando o Syriza, que assim como o Podemos, se opõe diretamente a cortes no orçamento - venceu a eleição geral na Grécia.

A vitória fez do Syriza o primeiro movimento populista a assumir o poder num país da zona do euro desde a profunda crise política e econômica que atingiu a região após a crise de 2008.

"O povo grego venceu na Grécia", disse o líder do Podemos, Pablo Iglesias, professor universitário de 36 anos. "Precisamos de sonhadores que se atrevam a defender os pobres e lutem contra os ricos. Precisamos de Quixotes", acrescentou ele, numa referência ao famoso livro espanhol do século 17, Dom Quixote de La Mancha.

Grupos de partidários chegaram cedo a Madri de todo o território espanhol, em ônibus pagos pelo Podemos. Eles agitavam bandeiras republicanas espanholas - numa demonstração de rejeição à monarquia - assim como bandeiras da Grécia e de regiões da Espanha. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaprotestosMadriPodemos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.