Marcha pela pena de morte mobiliza 5 mil

Cerca de 5 mil pessoas marcharam ontem pelas ruas de Karachi, maior cidade do Paquistão, para protestar contra uma emenda que anula a pena de morte para quem blasfema contra o islamismo. Manifestações ocorreram também na capital, Islamabad, Peshawar e Quetta. A lei atual determina a execução de quem ofender o Islã. Nenhum condenado sofreu a sanção oficial, mas houve pelo menos 30 linchamentos de acusados. O governo tem sido pressionado para mudar a lei desde a condenação de uma cristã, em novembro.

, O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.