NICHOLAS KAMM/AFP
NICHOLAS KAMM/AFP

Marco Rubio disputará indicação republicana a corrida presidencial

Senador de origem cubana fará lançamento da campanha nesta segunda-feira, em Miami; além dele, outros dois republicanos, Ted Cruz e Rand Paul, já estão em campanha

O Estado de S. Paulo

13 de abril de 2015 | 12h57

MIAMI, EUA - O senador pela Flórida Marco Rubio anunciou nesta segunda-feira aos seus principais doadores que concorrerá nas primárias do Partido Republicano, que definirá o candidato da legenda nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos.

Rubio disse que se sente "especialmente qualificado" para liderar a nação, segundo informou hoje a imprensa local. O senador cubano-americano de 43 anos anunciará hoje oficialmente sua candidatura em um ato na Torre da Liberdade, em Miami.

Em uma conferência com os principais doadores de sua campanha, Rubio, de 43 anos, disse que vê a campanha presidencial como uma escolha entre o passado e o futuro, dizendo que a ex-primeira dama Hillary Clinton, que anunciou sua candidatura no domingo pelo partido rival Democrata, "é uma líder de ontem".

Nesse contexto, Rubio afirmou os Estados Unidos necessitam, segundo sua opinião, de um líder para o futuro, um compromisso para o qual disse estar preparado. O senador da Flórida se junta aos demais candidatos do partido, Rand Paul e Ted Cruz, para as eleições primárias que escolherão o candidato do partido para as eleições de 2016. 

Críticas. Organizações comunitárias, imigrantes ilegais e os chamados "dreamers", os imigrantes ilegais que chegaram aos EUA ainda crianças, se concentrarão diante da Torre da Liberdade durante o anúncio de Rubio como candidato republicano às presidenciais para protestar contra as "posições contraditórias" do senador em matéria de imigração.

"As famílias imigrantes estão cansadas da inconsistência do senador Marco Rubio com relação à imigração. Um dia lidera um projeto de lei para um reforma migratória integral com caminho à cidadania, e depois se arrepende de tê-lo feito e vota a favor de cortar os fundos para a implementação da Ação Diferida", destacou em um comunicado a Coalizão de Imigrantes da Flórida (FIC).

Espera-se que o ex-governador da Flórida Jeb Bush oficialize em breve sua candidatura à Casa Branca. EFE e AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUAeleições de 2016Marco Rubio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.