Maré negra já matou mais de 10 mil pássaros

Entre 10.000 e 15.000 pássaros morreram ou foram gravemente feridos pela maré negra provocada pelo derramamento de combustível do petroleiro Prestige na costa da Galícia, na Espanha, denunciou hoje a Sociedade Espanhola de Ornitologia (SEO). Segundo estimativas da SEO, para cada pássaro recuperado e levado a um centro especializado para tratamento e cura, outros cinco morrem em lugares inacessíveis no mar. Até agora, das aves encontradas pelas equipes de resgate, 300 pássaros foram achados mortos e 600 vivos cobertos por petróleo. A metade deles, segundo o porta-voz da SEO, Carlos Carboneras, não sobreviverá. Veja a galeria de fotos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.