Maremoto pode ter matado mais de mil pessoas em Sri Lanka

O primeiro-ministro de Sri Lanka, Mahinda Rajapakshe, afirmou que não há ainda estimatívas do número de mortos depois do maremoto que atingiu a região. "Mas pode ser mais de mil", previu, durante entrevista a um canal de televisão. Rajapakshe declarou estado de emergência na ilha de 65 mil quilômetros quadrados. A tragédia é conseqüência de ondas gigantescas que atingiram o país, neste domingo, provocadas pelo terremoto de 8,9 graus na escala Richter registrado na ilha de Sumatra, na Indonésia.Mais de cem pessoas morreram, arrastadas pelas ondas, e 50 ficaram feridas nas ilhas de Andaman e Nicobar, na costa ocidental da Índia. Estes números podem aumentar na medida em que equipes de resgate consigam chegar às áreas afetadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.