, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2010 | 00h00

O marido de Ingrid Betancourt (foto), Juan Carlos Lacompte, entrou com uma ação em Bogotá pedindo o embargo dos bens da ex-candidata à presidência da Colômbia, incluindo os direitos autorais do recém-lançado livro de memórias de Ingrid, Não há silêncio que não termine. Durante seis anos, a franco-colombiana permaneceu refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e, logo após ser resgatada, em 2008, pediu o divórcio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.