Marine pega 15 anos por matar iraquiano

Uma corte marcial sentenciou ontem o sargento dos Fuzileiros Navais dos EUA Lawrence G. Hutchins a 15 anos de prisão pelo assassinato de um civil iraquiano durante busca a um rebelde na cidade de Hamdania, em 2006. Hutchins também foi rebaixado com desonra. Ele é o primeiro membro do grupo de oito marines declarado culpado no caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.