Marines americanos deixam Monróvia e retornam a seus navios

Os cerca de 150 marines dos EUA que haviam sido enviados 11 dias atrás para dar suporte às forças de paz oeste-africanas em Monróvia regressaram neste domingo para os três navios que estão ancorados próximos à costa da Libéria. Os EUA disseram que os marines se manterão em posição de poder responder a qualquer levante na Libéria, após a assinatura de um acordo de paz na semana passada. Mas os liberianos, ao verem a inesperada partida dos marines em helicópteros, disseram estar com medo de serem abandonados. "Queria que eles ficassem, pois sua presença atemorizava os rebeldes", disse Emmanuel Slawon, de 22 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.