Marinha busca sobreviventes do pesqueiro japonês

Barcos da Marinha dos Estados Unidos continuam as buscas de nove desaparecidos do barco-escola de pesca japonês Ehime Maru, que afundou na noite de ontem no litoral do Havaí com 35 pessoas a bordo após ter sido abalroado pelo submarino USS Greeneville, informaram autoridades norte-americanas."Vamos manter as buscas enquanto houver esperança de encontrar alguém com vida", disse o comandante da Guarda Costeira, Dee Norton. A Casa Branca pediu desculpas ao governo japonês pelo acidente e anunciou a abertura de ampla investigação para determinar as causas.Em Tóquio, o porta-voz do governo, Yasuo Fukuda, confirmou o recebimento do pedido norte-americano, apresentado ao embaixador japonês em Washington, Shunji Yanai.O submarino de ataque de 6.082 toneladas, da classe Los Angeles, atingiu em cheio a embarcação japonesa quando emergiu. Segundo testemunhas o Ehime Maru, de 499 toneladas, afundou em menos de 10 minutos. O submarino, que tem sua base em Pearl Harbor, aparentemente nada sofreu. O acidente ocorreu às 23h35 GMT de sexta-feira (21h35 de Brasília) diante da ilha de Oahu, no Arquipélago do Havaí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.