Marinha do Sri Lanka mata cerca de 70 rebeldes

Cerca de 70 rebeldes tâmeis morreram nesta segunda-feira durante uma batalha marítima com as Forças Navais do Sri Lanka, no nordeste do país, informou o porta-voz naval cingalês, D.K.P. Dassanayake.Os combates aconteceram antes do amanhecer, depois que as Forças Navais avistaram 22 navios dos rebeldes Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), pouco após a meia-noite, nas águas de Pulmudai, no distrito de Trincomalee."Afundamos oito navios e acredita-se que cerca de 70 efetivos (da guerrilha tâmil) se encontravam a bordo", disse Dassanayake, que informou também que os 14 navios restantes conseguiram escapar.A Marinha cingalesa não sofreu baixas na batalha, registrada um dia depois de o LTTE reiterar sua disposição em manter as negociações com o Governo, segundo disse seu chefe político, S.P. Thamilselvan, durante uma reunião no sábado passado com o embaixador da Noruega em Colombo, Hans Brattskar.O aumento da violência no Sri Lanka ameaça constantemente o frágil cessar-fogo entre o Governo e os rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.