Marinha dos EUA realiza exercícios militares no Golfo

A Marinha dos Estados Unidos começou sua maior demonstração de força no Golfo desde a invasão do Iraque em 2003, desenvolvendo dois transportadores de avião e conduzindo simulações de ataques aéreos, segundo informações concedidas por militares nesta terça-feira, 27.O exercício, envolvendo 15 navios de guerra americanos e mais de cem aeronaves, foi realizado para aumentar a tensão com o Irã, que normalmente critica a presença dos militares dos EUA em sua linha costeira.Estas manobras começaram apenas quatro dias após o Irã capturar 15 marinheiros britânicos acusados de invadir águas iranianas sem permissão."Os exercícios demonstram nossa flexibilidade e capacidade de responder às ameaças contra a segurança marítima", disse o marinheiro John Perkins. "Queremos mostrar que podemos manter o ambiente marítimo em segurança", acrescentou.Já o comandante Kevin Aandahl disse que não pretende organizar uma resposta à captura dos marinheiros britânicos e também não querem ameaçar o Irã, que operam nas mesmas águas.Aandahl afirmou ainda que os navios de guerra americanos permanecerão fora das águas iranianas.Um grupo naval francês também estava no local, mas Aandahl disse que eles estão ajudando as tropas da ONU no Afeganistão e não participavam dos exercício realizado pelos americanos.Ao todo, mais de 10 mil pessoas estavam envolvidos nos exercícios com os navios e aeronaves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.