Marinha intercepta navio de ativistas que levava carga humanitária para Gaza

A Marinha de Israel interceptou ontem um navio finlandês que tentava entrar na Faixa de Gaza, furando o bloqueio imposto pelo governo israelense desde 2007, depois que o grupo islâmico Hamas assumiu o controle do território palestino. Segundo o Exército, não foi necessário usar a força para deter o navio Estelle, que tinha a bordo 30 ativistas da Europa, do Canadá e de Israel. A embarcação, de acordo com a porta-voz da missão, levava uma carga para ajuda humanitária, composta por cimento e livros para crianças. O barco foi conduzido ao Porto de Ashdod e os ativistas devem ficar sob a custódia da polícia, de autoridades de imigração e do Ministério do Interior.

O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.