Marinha israelense bombardeia porto de Gaza

A marinha israelense bombardeou, na madrugada deste sábado, o porto da cidade palestina de Gaza, destruindo diversos barcos de pesca. Os ataques ocorreram um dia após a destruição da pista de pouso do Aeroporto Internacional de Gaza. Pelo menos dois mísseis atingiram os atracadouros do porto, e teriam destruído o píer onde estava ancorado a embarcação do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, mas o barco não teria sofrido danos sérios. O primeiro teria atingido um depósito de combustíveis, ocasionando um incêndio, e o segundo míssil teria atingido o prédio que abriga a guarda costeira mas, como os quartéis da corporação já tinham sido abandonados, não parece ter havido mortos ou feridos. Os israelenses também destruíram uma lancha de patrulha utilizada pela polícia naval, que se encontrava no porto recebendo manutenção. Rafah - Também na madrugada deste sábado, tanques israelenses lançaram pelo menos quatro disparos contra o acampamento de refugiados de Rafah, o que resultou em pelo menos oito feridos, dentre eles duas mulheres.

Agencia Estado,

12 Janeiro 2002 | 01h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.