Mário Soares cresce nas pesquisas eleitorais em Portugal

O ex-primeiro-ministro centrista Aníbal Cavaco Silva e o poeta socialista Manuel Alegre estão perdendo terreno nas intenções de voto em favor de Mário Soares, nas vésperas das eleições presidenciais do dia 22 de janeiro, em Portugal, segundo a pesquisa divulgada hoje pelo Diário de Notícias.O jornal, que realiza uma pesquisa diária, assinala que Cavaco Silva obteria 54,6% dos votos se as eleições fossem realizadas hoje, uma queda de dois pontos porcentuais em relação à pesquisa de ontem, em que obtinha 56,4% dos votos.Alegre obteria hoje 18,4% dos votos (ontem, era de 19,5%), enquanto o ex-presidente Soares conseguiria 13,2% dos votos (ontem, 11,4%).Quanto aos três outros candidatos, a pesquisa mostra que o quarto lugar é do líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, que tem 6,6% das intenções de voto.O secretário-geral do Partido Comunista Português, Jerónimo de Sousa, subiu de 5,5% para 6,4%, enquanto o advogado e professor universitário Antonio García Pereira, apoiado pela extrema esquerda, mantém o apoio de 0,8%.Os dados colhidos até hoje também indicam que apenas 3,7% dos que dizem que apoiarão Cavaco Silva afirmam que poderiam mudar seu voto, enquanto no caso de Soares a percentagem é de 6% e, no caso de Alegre, de 7,7%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.