Marmota prevê mais seis semanas de inverno nos EUA

Segundo os intérpretes da marmota meteorológica, as notícias não são boas: o inverno nos Estados Unidos vai durar mais seis semanas. A tradição diz que se um animal que hiberna ver sua sombra no dia 2 de fevereiro, o Dia da Marmota, o inverno vai durar mais seis semanas. Se não houver sombra, a primavera começará antes.

AE-AP, Agencia Estado

02 de fevereiro de 2010 | 13h39

A marmota Phil de Punxsutawney, um povoado da Filadélfia, saiu a tempo de ver sua sombra em frente aos friorentos vizinhos do Estado da Pensilvânia, o que significa que haverá mais seis semanas de inverno, de acordo com a tradição.

O Círculo Íntimo do Clube da Marmota de Punxsutawney anuncia anualmente o prognóstico de Phil, ao amanhecer, em Gobbler''s Knob, a 105 quilômetros ao nordeste de Pittsburgh. Centenas de curiosos assistiram ao anúncio em temperaturas abaixo de zero. O clube informou que, desde 1887, Phil previu quase uma centena de invernos mais longos. Em nove ocasiões, não houve prognóstico.

A tradição norte-americana ganhou fama pelo mundo após o filme "Feitiço do Tempo", de 1983, estrelado por Bill Murray. No longa, o ator interpreta um jornalista que vai cobrir o Dia da Marmota, mas depois percebe que estava preso nesse mesmo dia. Com informações da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtradiçãomarmotainvernoprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.