Marrocos alerta Espanha: há 400 terroristas à solta

O Marrocos, país de origem da maioria dos suspeitos pelos atentados de março em Madri, avisa o governo espanhol de que perdeu a pista de cerca de 400 supostos terroristas, segundo o jornal El País. As autoridades marroquinas informaram o juiz espanhol Baltasar Garzón de que 600 marroquinos haviam sido treinados em campos da rede Al-Qaeda, mas o Marrocos só conhece o paradeiro atual de 200.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.