Marrocos prende mais 19 suspeitos de atentados

A polícia marroquina prendeu mais 19 pessoas por suspeita de ligação com uma seqüência de ataques suicidas quase simultâneos que matou mais de 30 vítimas, informou um promotor. As capturas, realizadas na quinta-feira, elevam para 50 o número de suspeitos de envolvimento nos ataques de 16 de maio, onde 12 terroristas também morreram.Os 19 suspeitos, todos marroquinos, têm idades entre 17 e 40 anos. Eles estão sob investigação, acusados de serem membros de um grupo islâmico clandestino e de ?cumplicidade e tentativas de assassinato?, infomou o promotor público Abdallah Alaoui Belghiti.As autoridades acrediatm que pelo menos oito dos 19 eram ?suicidas de reserva? que planejavam novos ataques contra cidades turísticas no Marrocos. Se condenados, os suspeitos poderão receber a pena de morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.