Marroquinhos protestam contra planos de austeridade

Milhares de trabalhadores, professores e funcionários públicos tomaram neste domingo as ruas do centro da cidade de Casablanca, no Marrocos, para protestar contra os planos de austeridade adotados pelo governo para controle de gastos.

AE-AP, Agência Estado

06 de abril de 2014 | 08h41

Cerca de 8 mil pessoas atenderam à convocação feita pelos três maiores sindicatos dos trabalhadores do país. Revoltados com os cortes dos subsídios de energia e a queda no padrão de vida, os manifestantes exigem mais empregos e melhores salários.

O principal alvo dos protestos é o primeiro-ministro, Abdelilah Benkirane, cujo partido Islâmico chegou ao poder depois dos protestos pró-democracia de 2011. Seu governo teve que cortar os subsídios para gasolina e diesel para conter o déficit orçamentário gerado pelo último governo, que elevou os salários para combater o levante social durante a Primavera Árabe. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
MARROCOSPROTESTOAUSTERIDADE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.