Abdeljalil Bounhar/AP
Abdeljalil Bounhar/AP

Marroquinos protestam contra eleição e pedem boicote

Manifestantes pedem boicote das eleições parlamentares que serão realizadas em menos de duas semanas

AE, Agência Estado

13 de novembro de 2011 | 20h29

CASABLANCA - Milhares de manifestantes pró-democracia protestaram na maior cidade do Marrocos neste domingo, pedindo um boicote das eleições parlamentares que devem ser realizadas em menos de duas semanas no país. As manifestações ocorreram diante da constatação do Conselho da Europa de que há pouco entusiasmo no país para as eleições. O Conselho se mostrou preocupado com o nível de participação dos marroquinos.

"Estou boicotando, e você?", diziam placas carregadas por muitos ativistas, na medida em que marchavam no distrito de Casablanca. As eleições parlamentares serão realizadas como parte de iniciativas de reforma do governo no reino norte-africano, aliado próximo dos Estados Unidos. Em resposta às manifestações pró-democracia neste ano, o rei Mohamed VI emendou a Constituição do Marrocos, abrindo mão de parte de seus poderes, e programou eleições para 25 de novembro.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Marrocosprotestoseleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.