MAS recua sobre reeleição ilimitada

Líderes do Movimento ao Socialismo (MAS), partido do presidente boliviano, Evo Morales, podem abandonar sua proposta de incluir reeleições ilimitadas na nova Constituição. A proposta foi aprovada quarta-feira por uma comissão da Assembléia Constituinte dominada pelo MAS e deveria ser discutida em plenário. Sob críticas da oposição (que acusa Evo de querer se perpetuar no poder), o líder do MAS na Casa, Román Loyaza, negou que o apoio ao projeto seja a posição oficial do partido e atribuiu sua aprovação às "convicções pessoais" de colegas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.