Massacre na Argélia deixa 16 mortos

Um grupo armado matou 16 pessoas em um bloqueio rodoviário a oeste da capital argelina, informaram hoje forças de segurança. Este é o mais recente episódio dos nove anos de violência que marcam a nação norte-africana. Um comunicado divulgado pelas forças de segurança dizia que os 16 assassinatos ocorreram ontem à noite em uma estrada perto da Sidi-Lakhdar, na região de Ain Defla, cerca de 160 quilômetros ao oeste de Argel. Não foram divulgados detalhes, mas os massacres geralmente são atribuídos a militantes islâmicos que tentam derrubar o governo militar da Argélia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.