Massacre na Argélia deixa pelo menos 27 mortos

Num final de semana marcado pela violência, assaltantes armados abriram fogo num pequeno vilarejo no norte da Argélia, matando pelo menos 27 pessoas, metade das quais crianças. O ataque ocorreu perto de Berrouaghia, a cerca de 100 quilômetros da capital Algiers, no sábado à noite. Treze crianças, de seis meses a 18 anos, estavam entre os 27 corpos encontrados no local do crime.A área onde aconteceu o ataque é conhecida como fortaleza do Grupo Armado Islâmico - um nome que se tornou sinônimo dos massacres que se espalharam pelo país. A violência na Argélia já deixou mais de 100 mil mortos desde 1992, quando as Forças Armadas cancelaram as eleições que indicava vitória de um partido islâmico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.