Mau tempo castiga Ásia e deixa centenas de mortos

O mau tempo está castigando várias regiões asiáticas, com um violento tufão que se dirige a Tóquio, enquanto que na Índia, China, Irã e Filipinas fortes chuvas causaram inundações e deslizamentos, deixando centenas de mortos. Na Índia, as inundações que afetaram nos últimos dias os Estados de Assam e Bihar, no leste, já provocaram 285 mortes. Os principais rios da região transbordaram, arrastando centenas de povoados e deixando sem teto milhares de pessoas, principalmente nas áreas rurais. Segundo o governo indiano, o total de pessoas que sofreram danos devido às inundações e deslizamentos chega a 15 milhões. Em contraste, muitas áreas do norte da Índia sofrem com uma forte seca, causada pelo atraso dos ventos de monção. Na China, 28 pessoas morreram e 36 foram declaradas desaparecidas depois que uma gigantesca avalanche encobriu, ontem à noite, dez povoado no distrito de Xinping, a 200 quilômetros ao sul de Kunming, capital da província de Yunnan. O fenômeno, que destruiu cerca de 600 casas, é resultado das chuvas torrenciais que se precipitam na região há mais de uma semana. Também no Irã, mais de 180 povoados da região montanhosa do Golestão, no nordeste, foram afetados por inundações que deixaram pelo menos 42 mortos. Cerca de 32 pessoas estão desaparecidas. Ao mesmo tempo, nas Filipinas, mais de 29 pessoas morreram na passagem de um furacão, que deixou também cerca de 3.000 desabrigados. Finalmente, no Japão, um violento tufão se dirige a Tóquio, acompanhado por ventos de 160 quilômetros por hora. O tufão deverá atingir a capital japonesa entre domingo e segunda-feira. Veja a galeria de fotos da chuva na Europa

Agencia Estado,

16 Agosto 2002 | 15h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.