Olivier Hoslet/Pool via REUTERS
Olivier Hoslet/Pool via REUTERS

May terá de alterar acordo do Brexit para votá-lo outra vez, decide Parlamento

Com a decisão, primeira-ministra teria de negociar alterações no projeto, algo que a União Europeia se recusa a fazer

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2019 | 13h26

LONDRES  - A primeira-ministra britânica, Theresa May, não poderá voltar a colocar em votação pela terceira vez na Câmara dos Comuns o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia, decidiu o presidente da Casa, John Bercow.  A decisão coloca mais pressão ainda sobre May na negociação do Brexit

Segundo ele, as regras do Parlamento britânico exigem que para uma terceira votação o acordo precisa ser alterado – algo improvável, diante da resistência de autoridades europeias em fazê-lo.

Na semana passada, os deputados da Câmara Baixa do Parlamento rechaçaram o acordo pela segunda vez, mas votaram pela ampliação do prazo de negociação com os europeus, algo que ainda precisa ser referendado pela União Europeia. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.