McCain anuncia visita da esposa à Geórgia

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, disse hoje a uma multidão, durante um evento para arrecadação de verbas de campanha, que sua esposa, Cindy McCain, já partiu para a Geórgia, país do Cáucaso que está em crise com a Rússia. O anúncio ocorreu algumas horas antes do discurso da esposa do seu rival político Barack Obama, Michelle Obama, na abertura da convenção nacional do Partido Democrata."Cindy não está aqui hoje e eu peço desculpas a vocês. Ela está a caminho do pequeno país da Geórgia", afirmou McCain. O candidato republicano é um dos mais resolutos partidários da Geórgia, país que em 7 de agosto atacou a sua província separatista da Ossétia do Sul, provocando uma forte reação militar da Rússia. "A Geórgia foi uma das primeiras nações cristãs", disse McCain. "No século III d.C., o rei da Geórgia converteu-se ao cristianismo. Existem lá igrejas que datam do século IV d.C.", afirmou. Segundo o republicano, é importante apoiar a Geórgia porque a nação é uma democracia e também porque um importante oleoduto atravessa o país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.