McCain defende escudo antimíssil para deter o Irã

O candidato presidencial republicanoJohn McCain pediu aos Estados Unidos, na quarta-feira, quecoloquem escudos antimísseis na Europa para conter as ambiçõesiranianas, depois que a república islâmica testou novemísseis. Os testes "demonstram a necessidade de defesa efetivacontra os mísseis, agora e no futuro, e isso inclui colocarmísseis na Europa, na República Tcheca e na Polônia", disseMcCain em um comunicado. O Irã disse ter testado mísseis de médio e longo alcancespara alertar os Estados Unidos e a Israel que está pronto pararesponder a qualquer ataque relacionado a seus programasnucleares. Os Estados Unidos assinaram na terça-feira um pacto paraconstruir parte de um escudo antimísseis na República Tcheca, afim de conter ameaças vindas do Oriente Médio. A administraçãoBush também quer instalar escudos antimísseis na Polônia,apesar das negociações terem emperrado. O rival de McCain nas eleições de novembro, o democrataBarack Obama, pediu maior comprometimento diplomático com o Irãe mais sanções -- abordagem criticada por McCain."Trabalhar com nossos aliados regionais e na Europa é a melhormaneira de se defender das ameaças do Irã, em vez dasconcessões unilaterais que prejudicam a diplomaciamultilateral", afirmou McCain. (Por Andy Sullivan)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.