McCain perde 30% de eleitores por causa de vice

Republicanos pressionam para que candidato seja mais agressivo e faça ataques pessoais a Obama

AP, Reuters e NYT, Washington, O Estadao de S.Paulo

03 de outubro de 2008 | 00h00

Uma pesquisa do jornal Washington Post divulgada ontem mostrou que 60% dos americanos têm dúvidas sobre a capacidade de liderança de Sarah Palin, candidata à vice-presidência na chapa de John McCain, e 30% não votarão no republicano por causa dela.Sarah surgiu na cena política americana quando McCain a apontou como companheira de chapa, no início de setembro. Inicialmente, a nomeação empolgou os republicanos conservadores, que se identificaram com suas posturas antiaborto e favorável ao direito de porte armas. Contudo, após várias entrevistas na TV, Sarah demonstrou completo desconhecimento sobre várias questões internas e externas, levantando dúvidas sobre sua capacidade de assumir o segundo cargo mais importante do país.Os deslizes de Sarah, juntamente com a crise econômica, são os dois fatores apontados pelos analistas para a queda de McCain nas pesquisas. Em média, o candidato republicano aparece cerca de 5 pontos porcentuais atrás de Obama. Uma sondagem do jornal New York Times e da rede CBS divulgada ontem aponta uma vantagem de 9 pontos para Obama (49% a 40%). McCain minimizou os números em entrevista à Fox News. "A vida não é justa", disse o republicano, justificando sua queda. "Eu suspendi minha campanha, retirei os anúncios políticos do ar, voltei para Washington e negociei o pacote, enquanto Obama não fez nada."Preocupados com o futuro da candidatura, vários líderes republicanos estão pressionando para que McCain seja mais agressivo e ataque Obama com mais freqüência. POLÊMICAS DE SARAH Processos: A governadora teria exonerado um funcionário depois que ele se recusou a demitir o cunhado dela. A demissão seria represália pelo fato de o cunhado ter-se divorciado da irmã de Sarah Experiência: Segundo os democratas, Sarah não tem experiência política e sua escolha para a chapa republicana enfraquece o argumento de McCain de que Obama é inexperiente para ser presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.