McCain tem maior audiência que Obama no discurso em convenção

Um recorde de 38,9 milhões detelespectadores assistiu ao senador John McCain aceitar anomeação do Partido Republicano para a candidatura àPresidência dos Estados Unidos na quinta-feira, batendo orecorde estabelecido na semana passada pelo candidatodemocrata, Barack Obama, informou a Nielsen Media Research. Obama teve uma média de 38,4 milhões de telespectadoresdurante seu discurso de aceitação da nomeação na semanapassada. A marca de McCain também foi mais alta do que a alcançadapor sua candidata a vice, Sarah Palin, que foi assistida por37,2 milhões de telespectadores na quarta-feira. Em seu discurso, McCain, de 72 anos, afirmou ser umreformista e se classificou como o verdadeiro agente da mudançana corrida contra Obama enquanto aceitava a nomeação do partidoem uma arena repleta de partidários que sacudiam bandeiras comos dizeres "Country First" ("O país primeiro"). Mas a recepção dentro do centro de convenções em St. Paulfoi mais silenciosa que o discurso de Palin, que criticou Obamana quarta-feira arrancando gritos do público. McCain segue Obama de perto na maioria das pesquisas deopinião, mas na quinta-feira, ele prometeu aos republicanos queirá vencer as eleições de 4 de novembro. "Eu não trabalho para um partido. Eu não trabalho por uminteresse especial. Eu não trabalho para mim mesmo. Eu trabalhopara vocês", disse McCain em um discurso que incluía apenasalgumas críticas a Obama, depois de uma convenção de quatrodias marcada por ataques ao democrata. (Reportagem de Jill Serjeant)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.