McVeigh expressou "desagrado" por mortes

Timothy McVeigh recebeu das mãos de um sacerdote os últimos sacramentos antes de ser executado nesta segunda-feira nos EUA, apesar de a imprensa ter noticiado que o autor do atentado de Oklahoma "não teve remorsos". O condenado, que era católico, recebeu os sacramentos de um capelão em sua cela, antes de entrar na câmara da morte na prisão federal de Terre Haute, no Estado de Indiana. A informação foi dada pelo reverendo Ron Ashmore, que visitou McVeigh várias vezes durante o último ano na prisão de Terre Haute, cujo capelão é o padre Frank Roof. A decisão de receber os sacramentos pressupõe o reconhecimento dos próprios pecados e o arrependimento - como ensina a doutrina católica - durante a confissão, além da extrema-unção.O ex-herói da Guerra do Golfo havia expressado ultimamente seu desagrado pelas 168 vítimas que o atentado provocou, mas reiterou que considerava esses danos uma ?mal necessário", decorrente de seu projeto de atacar o governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.