Mediação da Síria e Arábia fracassou, diz líder libanês

O político cristão libanês Michel Aoun, um aliado do grupo xiita Hezbollah, disse hoje que a Síria e a Arábia Saudita fracassaram em chegar a um acordo para resolver o impasse político no Líbano. Aoun, um veterano da Guerra Civil Libanesa (1975-1990), disse hoje que os esforços sírios e sauditas chegaram ao "ponto final". Aoun lidera atualmente o Movimento Patriótico Livre, que tem 27 das 128 cadeiras do Parlamento libanês.

AE, Agência Estado

11 de janeiro de 2011 | 16h27

A tensão aumentou muito no Líbano, desde meados do ano passado, com o receio de que o Tribunal Especial para o Líbano (STL, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU) indicie em breve integrantes do Hezbollah no assassinato do ex-primeiro-ministro Rafic Hariri, morto em 2005. O Hezbollah é apoiado pelo Irã e pela Síria, enquanto o primeiro-ministro, Saad Hariri, é apoiado pela Arábia Saudita e pelo Ocidente. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbanoSíriamediaçãopaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.