Mediador da ONU na Síria renuncia ao cargo

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que Lakhdar Brahimi vai renunciar como o enviado da missão conjunta da ONU e da Liga Árabe para a Síria em 31 de maio, depois de um esforço de quase dois anos que não conseguiu trazer a paz para o país devastado pela guerra civil.

AE, Agência Estado

13 Maio 2014 | 13h41

O chefe da ONU fez o anúncio à imprensa na terça-feira. Ele disse que Brahimi se comprometeu a continuar trabalhando para alcançar a paz.

Quando Brahimi assumiu o cargo depois, o seu amigo de longa data, o ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, disse que seu trabalho "seria uma missão complicada e muito difícil".

Brahimi foi um dos articuladores das conversações em Genebra entre o governo e a oposição da Síria no final de fevereiro. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síria ONU Brahimi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.