Médico diz que Arafat pode ter sido envenenado

Um destacado neurologista jordaniano que examinava Yasser Arafat regularmente comentou nesta sexta-feira que o envenenamento é a causa mais provável da misteriosa morte do líder palestino e recomendou que seja feita uma autópsia para dissipar os rumores."O envenenamento é uma das causas da baixa contagem de plaquetas no sangue", afirmou o doutor Ashraf al-Kurdi, que examinou Arafat há cerca de duas semanas, ainda em Ramallah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.