Médico diz que Suharto tem boa chance de recuperação

Ex-ditador foi hospitalizado há cerca de duas semanas e sua morte era dada como certa

AE-AP

19 de janeiro de 2008 | 13h57

O médico do ex-ditador da Indonésia Suharto disse que as condições de seu paciente melhoraram e que ele tem boas chances de recuperação, embora seu estado ainda seja considerado crítico. "Estamos otimistas", disse o médico Marjo Subiandono neste sábado, 19.  Suharto, de 86 anos, foi hospitalizado há cerca de duas semanas por falência múltipla dos órgãos, pneumonia e infecção no sangue. Médicos disseram na ocasião que sua morte era iminente.  De acordo com o dr. Christian Johannes, outro integrante da equipe médica que atende Suharto, o ex-ditador está consciente e capaz de responder quando falam com ele.  Suharto assumiu o poder num golpe de Estado em 1965 e dominou a Indonésia durante 32 anos. Seu regime, considerado um dos mais brutais e corruptos do século XX, foi acusado de ter matado pelo menos meio milhão de oposicionistas, principalmente de esquerda, e de ter-se apropriado de bilhões de dólares dos cofres públicos. Derrubado em 1997, o ex-ditador sofreu uma série de acidentes vasculares cerebrais, o que o livrou de ser levado à Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
INDONÉSIASUHARTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.