Médicos administram oxigênio a Mubarak durante a noite

As condições de saúde do ex-presidente do Egito Hosni Mubarak se deterioraram tanto que os médicos tiveram de constantemente administrar oxigênio para ele durante a noite, disseram fontes na prisão de Torah, no Cairo, onde o ex-líder cumpre prisão perpétua. Elas afirmaram que o ex-presidente precisou receber oxigênio durante a noite e inclusive na manhã desta quinta-feira. Disseram que Mubarak, de 84 anos, continua a sofrer com problemas de respiração, pressão alta e depressão.

AE, Agência Estado

07 de junho de 2012 | 12h05

Mubarak foi condenado à prisão perpétua no último sábado por fracassar em impedir a morte de manifestantes durante o levante que derrubou o regime do ex-líder no ano passado. Mubarak e seus filhos Gamal e Alaa foram citados em acusações de corrupção. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoMubarak

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.