Médicos completam com sucesso traqueostomia em Sharon

Médicos do Hospital Hadassah de Jerusalém completaram com sucesso hoje uma traqueostomia no primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, para facilitar sua respiração, informou o centro médico num comunicado.Pouco antes, os médicos tinham feito uma tomografia computadorizada que não mostrou nenhuma mudança no estado de Sharon, que continua grave, embora estável.O primeiro-ministro israelense permanece em coma induzido desde sua internação no hospital, no dia 4 de janeiro, depois de ter sofrido um derrame cerebral e ser operado várias vezes.Com a cirurgia desta noite, foi introduzido um pequeno tubo que se engata na traquéia do primeiro-ministro. O objetivo da operação é ajudar Sharon a respirar sem a ajuda de aparelhos.Sharon foi submetido a uma anestesia geral durante a operação, que fazia parte do tratamento previsto pelos médicos para o caso de o primeiro-ministro não conseguir respirar completamente de forma autônoma.Meios de comunicação israelenses informaram hoje que os médicos do Hadassah de Jerusalém estavam preocupados com a possibilidade de Sharon estar num coma definitivo. Alguns deles advertiram que fevereiro será crítico para saber se ele consegue sair desta situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.