Médicos decidem submeter Sharon a nova tomografia

Os médicos que atendem o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, decidiram hoje realizar uma nova tomografia computadorizada para decidir sobre apossibilidade de começar a despertá-lo do coma induzido, informou nesta manhã a rádio pública israelense.Os médicos do Hospital Hadassah, onde está internado oprimeiro-ministro, reuniram-se nesta manhã para discutir o tratamento do dirigente israelense e decidiram fazer mais uma tomografia computadorizada.Segundo um colaborador do diretor-geral do Hospital Hadassah citado pela rádio pública israelense, o estado de Sharon é estável, embora sofra ligeiras oscilações.Apenas após ser desperto, os médicos poderão comprovar o funcionamento do cérebro do dirigente israelense e o dano que sofreu.Fontes do Hospital Hadassah entrevistadas nesta manhã pela rádio pública israelense informaram que o primeiro-ministro continua em estado grave.Shlomo Mor-Yosef, o diretor do Hospital Hadassah disse ontem aos jornalistas que, segundo sua última tomografia, houve uma "leve mehora" dentro da gravidade de seu estado, mas sua vida continua emPerigo.Sharon foi internado no Hadassah na quarta-feira, após sofrer uma hemorragia cerebral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.