Médicos estancam hemorragia; termina operação de Sharon

Os neurocirurgiões que operaram o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, conseguiram conter a forte hemorragia cerebral sofrida por ele. Fontes do Hospital Hadassah, citadas pela rádio pública israelense, informaram que a operação já terminou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.