Médicos exumam corpo do ditador Nicolae Ceausescu para checar identidade

ROMÊNIA

, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

Médicos forenses exumaram ontem o que acreditam ser os corpos do ex-ditador romeno Nicolae Ceausescu (foto) e de sua mulher, Elena, mais de 20 anos depois de suas execuções, para que sejam realizadas análises de DNA que permitam verificar suas identidades. O pedido foi feito pelo único filho vivo do casal, Valentin, e do genro Mircea Oprean. Autoridades locais disseram que o processo para determinar a identidade dos restos mortais deve levar até seis meses. Ceausescu governou a Romênia por 25 anos antes de ser deposto e executado no Natal de 1989. Ele tentou fugir de Bucareste de helicóptero, mas o piloto simulou um problema na aeronave e pousou, ajudando na prisão do ditador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.