Medvedev adverte sobre 'aventura militar' contra Rússia

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, advertiu hoje os inimigos do país para que não partam para a agressão. Segundo ele, qualquer movimento nesse sentido receberá a retaliação apropriada. "Nós temos certeza de que qualquer agressão contra nossos cidadãos terá uma réplica adequada", afirmou Medvedev. O presidente russo fez um discurso para marcar o 64ª aniversário da vitória soviética sobre a Alemanha nazista, na Segunda Guerra (1939-45).

AE, Agencia Estado

09 de maio de 2009 | 15h03

"A vitória sobre o fascismo é um grande exemplo e uma grande lição para todos os povos e ainda vale hoje, quando as pessoas iniciam novamente aventuras militares", disse. O discurso ocorre em meio às contínuas tensões entre a Rússia e a Geórgia, uma ex-república soviética. Os dois países travaram uma breve guerra em agosto passado, que levou a relação entre Moscou e o Ocidente ao pior nível desde o fim da Guerra Fria. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Segunda GuerraRússiaDmitry Medvedev

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.