Medvedev critica Putin por comentário sobre Líbia

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, criticou Vladimir Putin hoje, após o primeiro-ministro dizer mais cedo que a resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) autorizando o uso da força na Líbia lembrava "um pedido medieval para uma cruzada".

AE, Agência Estado

21 de março de 2011 | 13h38

"As pessoas, tanto dentro como fora do país, devem ter o máximo de cautela ao descrever eventos na Líbia como um choque de civilizações, como uma cruzada, etc", disse Medvedev. O presidente é o responsável pela política externa russa, apesar das versões segundo as quais Putin, ex-presidente, ainda tem mais poder.

Medvedev notou que a Rússia se absteve de usar seu poder de veto no Conselho de Segurança, direito que tem como membro permanente. "Eu não acho que esta resolução estava errada - ela reflete nossas visões sobre a Líbia, mas não inteiramente", disse Medvedev. "Nós temos de lembrar que essas ações provêm do comportamento abominável do governo da Líbia com relação a seus cidadãos", afirmou o presidente. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MedvedevPutinLíbiacruzadacrítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.