Medvedev demite responsável por segurança de terminal atacado

Presidente da Rússia criticou polícia dos transportes por comportamento 'passivo'

Associated Press

26 de janeiro de 2011 | 10h27

MOSCOU - O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, demitiu o chefe da polícia dos transportes do país depois de um atentado no aeroporto de Domodedovo, em Moscou, que deixou 35 mortos, informaram agências de notícias russas nesta quarta-feira, 26.

 

As razões que levaram à demissão do funcionário, cujo nome completo não foi revelado, não foram especificadas pela imprensa. Ele era responsável pela segurança dos transportes em uma região que inclui Moscou. Medvedev criticou a polícia do ramo por seu comportamento "passivo".

 

As reportagens ainda indicam que o ministro do Interior demitiu três oficiais do órgão que trabalhavam no próprio terminal atacado. A administração de Domodedovo responsabilizou a polícia dos transportes por não guardar devidamente a entrada da área onde um homem-bomba detonou seus explosivos.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaDomodedovomedvedevterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.