Medvedev diz querer concorrer à reeleição na Rússia

A apenas nove meses antes da eleição, nem Medvedev nem Putin anunciaram oficialmente se vão concorrer

Agência Estado

19 de junho de 2011 | 20h46

MOSCOU - O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, disse que quer concorrer a um segundo mandato, mas ressaltou que ainda é cedo para dizer se ele será candidato nas eleições de 2012, acrescentando que não consegue imaginar como competir com o primeiro-ministro, Vladimir Putin, pelo cargo.

A apenas nove meses antes da eleição, nem Medvedev nem Putin anunciaram oficialmente se vão concorrer. Empresários e analistas afirmam que isso está gerando incerteza e prejudicando o ambiente para investimentos na Rússia.

"Vou lhe dizer uma coisa: acho que qualquer líder que está no posto de presidente simplesmente quer concorrer. Mas outra questão é se ele vai tomar essa decisão ou não, a decisão pode ficar afastada de seu desejo", acrescentou Medvedev durante uma entrevista ao jornal Financial Times, cuja transcrição foi divulgada pelo Kremlin.

"O problema é que Vladimir Putin e eu ainda representamos basicamente a mesma força política", disse Medvedev. "Neste sentido, uma competição entre nós poderia na verdade prejudicar as tarefas e objetivos que foram perseguidos nos últimos anos. Provavelmente este não seria o melhor cenário para o nosso país", avaliou. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.