Medvedev e Abdullah II discutirão crise no O.Médio e na Geórgia

Eles abordarão "todo o conjunto de problemas relativos ao Oriente Médio", informou um porta-voz da Presidência russa

EFE

24 de agosto de 2008 | 04h46

O presidente russo, Dmitri Medvedev, e o rei Abdullah II, da Jordânia, discutirão neste domingo em Sochi, no Mar Negro, o conflito no Oriente Médio e a situação no Iraque e na Geórgia, informou o Kremlin. O líder russo e o monarca jordaniano abordarão "todo o conjunto de problemas relativos ao Oriente Médio", informou um porta-voz da Presidência russa. Além disso, vão discutir a situação no Cáucaso após o conflito bélico entre Rússia e Geórgia. O funcionário indicou que este tema interessa a Jordânia, onde historicamente vive uma grande comunidade de cerca de 100 mil pessoas que migraram do Cáucaso Norte da Rússia. Medvedev e Abdullah II também estudarão a possibilidade de aumentar o comércio entre os dois países. O porta-voz destacou que Rússia e Jordânia mantêm uma "estável cooperação militar, que acontece em estrita concordância com as normas do direito internacional", pois Moscou concedeu a Amã um crédito de US$ 360 milhões para a compra de armamento e tecnologia militar russa. Esta é a terceira reunião entre Medvedev e Abdullah II este ano, após a visita do rei jordaniano a Moscou em fevereiro e o encontro que aconteceu no Cazaquistão em julho, o que, segundo o Kremlin, demonstra o alto nível de diálogo político entre as duas partes.

Tudo o que sabemos sobre:
Medvedev, Abdullah II

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.