Medvedev quer modernizar poder de contenção nuclear

A Rússia deve modernizar suas Forças Armadas e atualizar seu poder de contenção nuclear, em parte construindo uma nova rede de defesa aérea e espacial, afirmou hoje o presidente russo, Dmitry Medvedev. Ele também anunciou planos de iniciar a produção em larga escala de navios de guerra e submarinos nucleares armados com mísseis de cruzeiro."Nós devemos assegurar superioridade aérea, precisão nos ataques a alvos em terra e em mar e prontidão para os deslocamentos de tropas", disse hoje Medvedev, a comandantes militares em Oremburgo, no sul da Rússia. As declarações do presidente foram divulgadas pela página do Kremlin na internet e pelas agências estatais de notícias.Medvedev disse que a Rússia deve ter "um sistema de contenção nuclear em funcionamento" até 2020 e pediu aos comandantes militares que apresentem um plano até dezembro.De acordo com o líder russo, a necessidade de modernização foi demonstrada pelo breve conflito do mês passado entre a Rússia e a Geórgia. A Rússia invadiu a Geórgia em 8 de agosto, um dia depois de forças georgianas terem atacado a Ossétia do Sul, uma região separatista pró-Moscou. Moscou derrotou rapidamente Tbilisi, mas o conflito expôs a obsolescência do arsenal russo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.